Claudio Villa Serenata Celeste Tradu - Teksciory.pl

Wyniki wyszukiwania: Claudio Villa Serenata Celeste Tradu

(884)

Wykonawcy (12)

Claudio Villa Serenata Celeste Tradu

Teksty piosenek (884)

Claudio Villa Serenata Celeste Tradu

  • Serenata Celeste (Tradu - Claudio Villa
    "Vai, serenata celeste, celeste como os olhos de uma mulher que parece tanto com uma Nossa Senhora. Vai, tu que tudo soubeste, acalmas o corao que no esqueceu os sonhos dourados que no sonhou. Faz tanto"
  • Serenata Celeste - Claudio Villa
    "Va, serenata celeste, celeste come gli occhi di una donna che rassomiglia tanto a una Madonna. Va, tu che tutto hai saputo, acqueta il cuore che non ha scordato i sogni d'oro che non ha sognato. Fa tanto"
  • Madonna Delle Rose (Tradu - Claudio Villa
    "Como frio este maio melancólico sem sol, sem amor, sem cartas. Digo ao corao: "Ore e espere, quem te amava voltar" e o corao meu esta noite ora pra quem me escutar. Nossa Senhora das Rosas traz de"
  • Granada (Tradu - Claudio Villa
    "Granada, cidade do sol e das flores, o meu canto o ultimo adeus de um nostlgico corao. Cantarei a minha cano cigana, cantarei, e com as lagrimas a terra ainda beijarei. Adeus Granada, pas de mil toureadores. Um"
  • Piemontesina (Tradu - Claudio Villa
    "Adeus belos dias passados, minha pequena amiga te devo deixar, os estudos j terminaram terminamos assim de sonhar. Longe irei, onde no sei, parto com o choro no corao, me d o ultimo beijo de amor."
  • Marechiare (Tradu - Claudio Villa
    "Quando nasce a lua a Marechiaro, tambm os peixes fazer amor. Reviram-se as ondas do mar, pela alegria mudam de cor. Quando nasce a lua a Marechiaro! A Marechiaro tem uma janela, minha paixo est l. Um"
  • Vola Colomba (Tradu - Claudio Villa
    "Voa, pombo branco, voa, dizes-lhe tu que ele voltar. Deus do cu se eu fosse um pombo queria voar l onde est o meu amor, que ajoelhada em So Giusto reza com a alma triste: Faz que o meu amor volte, mas"
  • Buongiorno Tristezza (Tradu - Claudio Villa
    "Bom dia tristeza! Eu no sabia lisonjas de amor, canes de amor, venenos de amor. Quando num beijo lhe pedi um corao, me deu um corao, perdi um corao. Desde ento, quantas moedas de ouro estes olhos"
  • Terra Straniera (Tradu - Claudio Villa
    "Terra estrangeira....Quanta melancolia! Quando nós despedimos, no sei porque voc me lanou um beijo e fugiu, contudo agora, vou confessar, no penso em ti ... No lembro mais daqueles olhos belos cheios"
  • Borgo Antico (Tradu - Claudio Villa
    "Oh burgo, velho burgo dos amantes que o poeta imortalizou e que eu repenso plidos e trmulos como amor os amarrou, burgo escuta, esta vez, a nova historia que contar te vou. Burgo antigo, dos tetos cinzas"
  • Fili D'oro (Tradu - Claudio Villa
    "Quando Rosa volta do vilarejo sozinha sozinha e triste no rosto, eu a sigo, mas no tenho a coragem de pedir-lhe para escutar-me. Doce a noite e longo o caminho, a faz-lo juntos menos longo seria. So"
  • Il Torrente (Tradu - Claudio Villa
    "Sobre a velha ponte no vale espero por ti e olho a gua com um frmito porque como a gua do torrente passars perto de mim. Tu me juraste eterno amor e fidelidade e agora foges sem uma sombra de piedade, como"
  • Luna Rossa (Tradu - Claudio Villa
    "Ando distraidamente abandonado, os olhos sob o chapu escondidos, mos no bolso e gola levantada, ando assoviando s estrelas que surgiram. E a lua vermelha me fala de ti, eu lhe pergunto se esperas por"
  • Vecchia Roma (Tradu - Claudio Villa
    "Hoje o modernismo do novecentismo renovando tudo vai, e os costumes antigos e simples so lembranas que desaparecem. E a Roma minha sem nostalgia segue a modernidade, faz a progressista, a universalista, diz"
  • Chitarra Romana (Tradu - Claudio Villa
    "Sob um manto de estrelas Roma bela me aparece, solitrio o meu corao desiludido de amor. quer na sombra cantar Um mudo chafariz e um balco l em cima, o guitarra romana acompanha-me tu. Toca toca minha"
  • Mattinata Fiorentina (Tradu - Claudio Villa
    "primavera acordem garotas, nas quintas o senhor Abril faz o sedutor. E a noitinha, madamas florentinas, quantos ganchos se encontraro nos prados em flor. Florzinha de noz, tem pouca luz mas tanta paz, florzinha"
  • Torna A Surriento (Tradu - Claudio Villa
    "Veja o mar o quanto belo, inspira tanto sentimento, como voc, quem tem em mente, acordado, o faz sonhar. Olha só esses jardins, sinta, sinta essas flores de laranja, um perfume assim delicado toca fundo"
  • Fiorellin Del Prato (Tradu - Claudio Villa
    "Florzinha de campo, mensageira de amor, beijas a boca que nunca beijou, florzinha de campo no me diga no. Cada serenada diz com langor: Bela entre as mais belas a boca amada, mas de sede morre quem no"
  • Rosso Di Sera (Tradu - Claudio Villa
    "Vermelho de noite bom tempo se espera. Dizem as pessoas que faz bem ao corao. Traz sorte a quem no tem o amor, por isso faz bem ao corao, vermelho de noite. Quando o belo cu claro quase se desaparece"
  • Santa Lucia Luntana (Tradu - Claudio Villa
    "Partem os navios por terras muito distantes... cantam a bordo: so Napolitanos! Cantam, e no entanto o golfo j desaparece e a lua no meio do mar um pouco de Npoles lhe faz ver. Santa Lucia! Longe de ti, quanta"

Ostatnio wyszukiwane

Teksty piosenek

Wykonawcy

Lista alfabetyczna

Znajdujesz się na stronie wyników wyszukiwania dla frazy Claudio Villa Serenata Celeste Tradu. Na odsłonie znajdziesz teksty, tłumaczenia i teledyski do piosenek związanych ze słowami Claudio Villa Serenata Celeste Tradu. Tekściory.pl - baza tekstów piosenek, tłumaczeń oraz teledysków.